Quarta, 18/10/2017
WhatsApp 73 98213-8727
EUNÁPOLIS

A Polícia Militar em Eunápolis realizou o 1º Curso de Nivelamento Tático Operacional Ostensivo

O curso teve a participação do comandante Major PM Ribeiro.

Por: ASCOM 7ª CIPM
02/10/2017 - 10:54:35

A 7ªCIPM em Eunápolis realizou no período de 25 a 29 de setembro, o 1º Curso de Nivelamento do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), curso visa a padronização de procedimentos, preparando todo o efetivo para atuação conjunta em operações que envolvam esforços por parte do efetivo da Companhia. O nivelamento também tem por objetivo a difusão de novas técnicas policiais para o emprego tático.

Os policiais convocados foram submetidos a teste de aptidão física com atividades pela manhã, tarde e noite. “É extremamente importante esse tipo de treinamento para a tropa, principalmente para manter a padronização e também o conhecimento continuado com as equipes”, afirmou, TEN PM Fábio Santos pertencente ao 67ª CIPM em Feira de Santana.

Para o SD PM Surdi, que está há quase dois anos no PETO, o nivelamento também possibilita a aproximação entres as unidades da PM da Capital com as do interior. “A partir de agora falaremos a mesma linguagem, tanto relacionadas as questões práticas quanto teóricas. É um grande aprendizado e conseguiremos padronizar as ações”, afirma.

Na aula final o Comandante da 7ªCIPM, Major PM Ribeiro, conversou com os policiais militares sobre o nivelamento. Ele destacou que o curso não foi fácil, a capacidade física e psicológica foi intensamente testada, mas com intuito de padronizar as ações de todo. ” A capacidade técnica é que vai nos refletir diante da sociedade, principalmente no agir dentro da legalidade. ”disse ele. O curso teve a partição de 35 policiais militares e 02 policiais rodoviário federal.

Para o policial Rodoviário Federal (PRF), Eduardo Fernando, foi uma adaptação. “A forma de trabalho é diferente, desde a abordagem e o comportamento na viatura”, concluiu. “Através desse tipo de atividade além de aumentar nossos conhecimentos, temos a possibilidade de fazer novas amizades e trocar informações”, acrescentou o outro (PRF), Eduardo Rodrigo, que participou do nivelamento.

No decorrer do nivelamento foram trabalhados conteúdos como Uso Seletivo da Força; Doutrina de policiamento de alto risco; Técnicas especiais de patrulha; Procedimentos para buscas em matas; Técnicas de abordagem; Tiro policial; Táticas para confrontos armados; Procedimentos em ocorrências envolvendo explosivos; Ações de Polícia de Choque; dentre outras.

Tags:
AVISO: Ao publicar nesta página você assume total responsabilidade pelo conteúdo do seu comentário.

Curta nossa Página