Jovem diz que roubou e tocou fogo em colégio para comprar drogas

Por Correio
06/01/2019 - 23:40

Policiais do 20º Batalhão de Polícia Militar (BPM/Paulo Afonso) prenderam, na tarde de sábado (5), Danilo Santos da Conceição, 18 anos, acusado de tocar fogo no Colégio Estadual Dulcina Cruz Lima, localizado no município de Rodelas, na região Norte do estado. Ele confessou à polícia que foi também o autor dos roubos à instituição e alegou que praticou os crimes para obter dinheiro para a compra de drogas.

O município, que fica a 115 quilômetros de Paulo Afonso, só contava com essa unidade de ensino pública para atender aos alunos do Ensino Médio. O incêndio queimou quase metade da estrutura da escola, comprometendo as fichas de todos os alunos da instituição, exceto os de 2018. Também foram atingidos equipamentos como notebooks, computadores, impressoras, projetores e ventiladores. Esse é o terceiro ataque à unidade escolar.  Na semana passada, entraram no local e levaram quatro notebooks. 

Com Danilo foram encontrados uma CPU de computador danificada, um notebook danificado, duas caixas de som, um monitor de computador, fios de computadores, dois grampeadores e duas fardas do Colégio estadual. O acusado foi encaminhado para a Delegacia de Paulo Afonso.

Segundo informações da Polícia Militar, as buscas ao suspeito começaram por volta das 8h30 e a prisão foi efetuada no final da tarde. Eles conseguiram chegar até Danilo após a prisão de outro homem, que teria tentado fugir ao avistar a polícia.

De acordo com o comandante do 20º BPM, o tenente coronel Carlos Humberto da Silva Moreira, os militares foram até a residência do acusado, na Avenida Domingos José de Almeida, também conhecida por Beira Rio, e, ao se deparar com os policiais, Danilo ainda tentou fugir pulando o muro, mas foi impedido. 

"Ele confessou ser o autor todos os furtos, roubos e vandalismo praticados nos colégios municipais e estaduais de Rodelas", informou o comandante do 20º BPM. 

Por meio de nota da assessoria de imprensa, a Secretaria de Educação informou que não houve feridos na ação criminosa. A pasta informa ainda que a polícia foi acionada imediatamente para investigar o ocorrido e técnicos do Núcleo Territorial de Educação de Paulo Afonso (NTE 24) foram convocados para “levantar os serviços de manutenção de infraestrutura e a aquisição dos equipamentos necessários para o pleno funcionamento da unidade escolar no ano letivo de 2019”.

A direção ainda está fazendo um levantamento detalhado de todo prejuízo para registrar o boletim de ocorrência na próxima segunda-feira (7). 

AVISO: Ao publicar nesta página você assume total responsabilidade pelo conteúdo do seu comentário.